“Equilibrium” – um filme para pensarmos a ética kantiana

No futuro, após uma terceira mundial, o governo da sociedade sobrevivente resolve cortar o motivador dos conflitos humanos pela raíz. E essa raíz seriam os sentimentos. Tomando uma droga diariamente, a proposta é que todos os indivíduos passem a agir apenas por deliberação racional, sem a interferência dos desejos e impulsos. Será que esta sociedade daria certo? E será que, mesmo funcionando, ela seria melhor do que o que temos atualmente?

Assistam ao filme pensando sobre as propostas e criticas morais de Hume e Kant, e procurando perceber os furos e contradições que aparecem em algumas situações.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s